Image

Conheça um pouco mais sobre Celina de Holanda

viajo nos livros que faço, mas sempre torno, para escrevê-los. Onde a vida é uma menina pobre chorando entre as moitas. Trago-a de volta ao seu colo, sua casa, até que venha e me leve o meu amado”. As viagens, de Celina de Holanda.

Oi, que bom encontrar você aqui no Circuito da Poesia do Recife, em contato com a delicadeza da poetisa e jornalista pernambucana Celina de Holanda. Cecé, como era conhecida, tinha o dom de bordar poesia sobre as dores do mundo. Ela nasceu no Cabo de Santo Agostinho em 1915, mas veio viver no Recife.

Aqui publicou seus primeiros poemas, no Jornal do Commercio e no Diário de Pernambuco. Celina de Holanda sempre gostou de escrever, mas o seu primeiro livro, “O Espelho da Rosa” só foi editado quando ela tinha 55 anos.

Faleceu no Recife em 1999, mas sua obra, uma poesia cheia de vigor, segue amando e cuidando da nossa cidade. Então vamos seguir o exemplo generoso da imortal Celina, vamos cuidar também. Ajuda a preservar a poesia, a esperança e a solidariedade, preserva o Patrimônio Cultural da nossa cidade. E segue no Circuito da Poesia.

Listar todos os poetas